Parceiros

As iniciativas de promoção da inovação e competitividade dependem em larga escala do número e diversidade de organizações que conseguem mobilizar, em especial da sua capacidade de iniciativa e potencial de atracção e criatividade no que respeita aos processos de produção e difusão do conhecimento e da sua incorporação pelo tecido económico.

Deverá ter-se em linha de conta que o processo de transferência tecnológica para a base económica está intimamente relacionado com os níveis de densidade e dinamismo das redes existentes entre os actores da inovação regional bem como do potencial de investimento em tecnologia e inovação disponível a esses actores.

A promoção de um sistema de inovação e transferência de tecnologia capaz de promover a competitividade e o desenvolvimento sustentado de uma Região deriva, em larga medida, da sua capacidade para criar e sustentar Redes que racionalizem a actividade dos actores da inovação e do sistema científico e tecnológico, valorizando as suas competências, reforçando as suas interacções e antecipando novos quadros de actuação e interacção nos cenários que se venham a desenvolver em termos de cooperação intra e extra regional.

O Sistema Regional de Transferência de Tecnologia, no qual o PCTA desempenha um papel preponderante, resulta de um consenso alargado entre os Parceiros Regionais relevantes no Sistema de Ciência e Tecnologia com actividade na NUT II – Alentejo.

A Parceria do SRTT inclui assim todas as Instituições de Ensino Superior da região, bem como os principais Centros Tecnológicos e de Investigação. A Parceria agora constituída suscitou também o interesse de empresas regionais e nacionais, considerando-se que uma das principais metas a atingir no quadro deste Programa Estratégico e das Operações que o constituem, será a de mobilizar o tecido empresarial atraindo ao território empresas competitivas e inovadoras, capazes de alavancar o desenvolvimento regional. Finalmente, esta Parceria compromete ainda as autarquias locais no estabelecimento de condições favoráveis à promoção da inovação e transferência tecnológica.

Neste sentido, considera-se que a Parceria que suporta o PCTA, não se encontra definitivamente constituída, podendo e devendo agregar novos Parceiros no decurso da sua actividade, nos termos que vierem a ser definidos em Regulamento Interno a definir e Contrato de Consórcio.

Apresenta-se de seguida a listagem dos Promotores da presente candidatura bem como os Parceiros que comprometem, desde já, a estratégia definida para o Sistema Regional de Transferência de Tecnologia, assinalando-se o contributo previsível de cada um na implementação dessa mesma estratégia.

PROMOTORES DO SRTT

Tipologia

Designação

Contributo

Estabelecimentos de Ensino Superior

Universidade de Évora;

Instituto Politécnico de Beja;

Instituto Politécnico de Portalegre;

Instituto Politécnico de Santarém.

Conhecimento;

I&D;

Inovação;

Tecnologia;

Spin off.

Infra-estruturas tecnológicas

Articulação com a malha empresarial regional;

Potenciação da transferência de tecnologia para o tecido empresarial.

Centros de Investigação e conhecimento

CEVALOR

CEBAL

LNEG

COTR

INRB / INIA

ICT- VR

Conhecimento específico;

I&D;

Inovação;

Tecnologia;

Spin off.

PARCEIROS DO SRTT

Tipologia

Designação

Contributo

Área Institucional

Câmara Municipal de Évora

Câmara Municipal de Beja

Câmara Municipal de Portalegre

Câmara Municipal de Nisa

Câmara Municipal de Cartaxo

Apoio institucional e camarário;

Cedência de espaços/terrenos.

Estabelecimentos de Ensino Superior

Instituto Politécnico de Tomar

Instituto Superior Técnico

Conhecimento;

I&D;

Inovação;

Tecnologia;

Spin off.

Centros de Investigação e conhecimento

INEGI

Conhecimento específico;

I&D;

Inovação;

Tecnologia;

Spin off.

Infra-estruturas tecnológicas

Sines Tecnopólo

Articulação com a malha empresarial regional;

Potenciação da transferência de tecnologia para o tecido empresarial.

Área Empresarial

Empresas das áreas de investigação

Associações empresariais: NERBE-AEBAL – Núcleo Empresarial da Região de Beja e Alentejo Litoral

Necessidade de inovar;

Conhecimento do mercado;

Promoção do empreendedorismo;

Ferramentas de apoio às empresas.

Outras entidades de interface

INOVISA

Relação empresa/ estabelecimentos de ensino superior;